Dicas para evitar disfunção erétil

Dicas para evitar disfunção erétil

Dicas para evitar disfunção erétil
8 COMENTÁRIOS
INSCREVER-SE PARA VITONICA

Receba um email diariamente com nossos artigos:

Tu correo electrónico
SUBSCREVER

Siga-nos
Twitter Facebook YouTube Instagram Flipboard
PUBLICIDADE
TE RECOMENDAMOS

Cinco sencillos consejos para prevenir la plagiocefalia (cabeza plana) Cinco sencillos consejos para prevenir la plagiocefalia (cabeza plana)
El ambiente obesogénico nos rodea: estos son los factores que lo formanEl ambiente obesogénico nos rodea: estos son los factores que lo forman
Las aftas bucales, por qué se producen y cómo evitarlasLas aftas bucales, por qué se producen y cómo evitarlas
Compartilhe Dicas para evitar disfunção erétil FACEBOOK TWITTER EMAIL
PUBLICIDADE
esbelto DELGADO
@didelcal
O ser humano é um animal sexual por natureza. A sexualidade é algo que todos nós temos e com o qual gostamos, mas hoje em dia, devido ao tipo de vida, mais e mais homens têm problemas de disfunção erétil em uma idade muito jovem. Por esta razão, desta vez queremos dar a conhecer neste post algumas das razões pelas quais esta desconfortável anomalia pode estar ocorrendo.

É verdade que os problemas da disfunção erétil podem aparecer em qualquer idade e não precisam estar relacionados à maturidade, mas, na maioria dos casos, ocorrem devido a uma série de fatores ou hábitos que temos e não são favoráveis. para que nosso corpo esteja no melhor momento para poder ter relações sexuais totalmente satisfatórias e completas.

Hábitos nocivos
Em primeiro lugar, vamos destacar como uma desvantagem uma série de hábitos que serão favoráveis ​​quando se trata de sofrer desta desordem. Fumar, beber ou usar drogas são algumas das razões pelas quais a temida disfunção aparece. Qualquer hábito desse tipo que faça é que a circulação sanguínea não funcione normalmente, colocando em risco a ereção, pois após todo esse processo é produzido pela ação e acúmulo de sangue no pênis. Se não responder adequadamente, a ereção não ocorrerá.

A dieta desempenha um papel fundamental e influenciará diretamente o correto funcionamento da genitália. Especificamente, existem doenças como diabetes, obesidade ou, em muitos casos, simplesmente o excesso de peso pode ser um fator desencadeante de disfunção erétil, já que nosso metabolismo não funcionará adequadamente, sob o risco de não estar em perfeitas condições.

Leia também: Remédio para impotência

A prática esportiva é fundamental se o que queremos é gozar de boa saúde, não apenas sexual, mas em geral, embora no momento de evitar a disfunção erétil seja a melhor maneira de alcançá-la. O exercício, além de nos manter ativos e em perfeitas condições, evitará possíveis doenças cardíacas devido ao estilo de vida sedentário. Isto irá promover uma circulação sanguínea perfeita, obtendo o máximo desempenho.

Como tudo, a prática melhora a técnica e, no sexo, acontece a mesma coisa, e a disfunção também pode ser evitada com uma atividade sexual boa de uma maneira habitual, pois assim teremos um funcionamento correto de nosso sistema reprodutivo. . Escusado será dizer, ficar longe de situações estressantes nos ajudará a funcionar muito melhor e manter afastado a disfunção erétil temida.

Fonte: https://www.valpopular.com/remedio-para-impotencia/

Seis dicas para prevenir a disfunção erétil em jovens

Seis dicas para prevenir a disfunção erétil em jovens

Álcool, drogas e uma dieta pouco saudável, após os problemas de ereção
ABC / madrid
Dia 15/11/2012 – 19h21
Seis consejos para prevenir la disfunción eréctil en los jóvenes
ABC
Não é uma questão de idade, mas maus hábitos

Conhecer os fatores de risco da disfunção erétil é importante em qualquer idade. Aqui estão seis dicas do diretor médico do Boston Medical Group, Jose Benitez, para evitar problemas.

1. Reduzir ou eliminar o tabaco

Um pacote de tabaco diário é suficiente para aumentar as chances de sofrer disfunção erétil em 60%. No momento em que o tabagismo é reduzido, o perigo é minimizado, mas, mesmo assim, o risco de sofrer disfunção erétil ainda é muito maior do que o dos homens que nunca fumaram. Os 16,5% dos homens com menos de 35 anos que sofrem de disfunção erétil se devem ao consumo excessivo de tabaco.

2. Não abuse do álcool

Entre 3,2% e 64,4% dos homens em estado de embriaguez não têm uma resposta satisfatória à ereção para fazer sexo. 62,5% dos homens entre 18 e 35 anos de idade que sofrem de disfunção erétil são devido ao abuso de bebidas alcoólicas. O álcool produz uma interrupção da ereção no sexo masculino, independentemente da dose tomada, uma vez que inibe o bom funcionamento do sistema nervoso central, que está diretamente envolvido na resposta da estimulação sexual.

3. Drogas, um mau aliado

A cocaína é um estimulante do sistema nervoso central que também atua como vasoconstritor, reduzindo o fluxo sanguíneo nas veias e artérias. 27% dos homens dependentes de cocaína têm dificuldades para conseguir uma ereção que lhes permita ter relações sexuais satisfatórias e 15,6% dos jovens com disfunção erétil são usuários de drogas.

4. Coma saudável e equilibrado

Uma dieta desequilibrada influencia negativamente a capacidade de manter uma atividade sexual satisfatória. O sobrepeso e a obesidade andam de mãos dadas com distúrbios metabólicos que podem levar a doenças diretamente relacionadas à disfunção erétil, como diabetes ou problemas cardiovasculares. É por isso que é necessário seguir uma dieta saudável e equilibrada para evitar o excesso de peso e suas consequências indesejadas.

5. Exercício

Leia também: Viagra Natural

O sedentarismo também é um fator de risco para o desenvolvimento de disfunção erétil. Praticar exercício regularmente tem inúmeros benefícios, pois diminui as chances de sofrer de doenças cardiovasculares, impedindo que este tipo de doenças supõe uma proteção adicional contra a disfunção sexual.

6. Mantenha uma vida sexual ativa

Fazer sexo freqüentemente reduz as chances de desenvolver um problema de disfunção erétil, pois este é um bom exercício para manter a circulação do sangue e a elasticidade das artérias e dos corpos cavernosos em bom estado, o que melhora o estado e funcionamento do sistema cardiovascular, diminuindo a probabilidade de desenvolver um problema de disfunção erétil.

Conheça as principais causas e tratamentos para impotência sexual

Conheça as principais causas e tratamentos para impotência sexual

Redação Bem Paraná com assessoria
A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, consiste na dificuldade em alcançar e manter a ereção do pênis para garantir uma penetração satisfatória. O problema ocorre devido à quantidade insuficiente de sangue na região, ou quando não se mantém no órgão pelo tempo necessário para provocar o enrijecimento.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o incômodo afeta 30% da população masculina brasileira, e pode ser causado por condições psicológicas como depressão, ansiedade e stress. Alguns fatores fisiológicos como diabetes, pressão alta, doenças cardíacas e neurológicas, dentre outros, também podem ser responsáveis pela disfunção.

De acordo com o urologista especializado em rins, próstata e prótese, e fundador da clínica Lifemen, Emilio Sebe Filho, a impotência é caracterizada como o pior transtorno sexual entre os homens. “O distúrbio é identificado quando o homem apresenta dificuldade em, no mínimo, 75% das tentativas do ato sexual”, explica o especialista.

Saiba mais: Androzene o que é

“Os sintomas da impotência sexual podem ser acompanhados, ou não, por outros tipos de disfunções sexuais, como a redução da libido, ausência de orgasmo, ejaculação precoce ou problemas de ejaculação”, afirma o urologista.

Um dos métodos utilizados para o diagnóstico é o ecodoppler peniano, exame que mede o fluxo arterial e analisa se existem obstruções arteriais que podem ocasionar a disfunção erétil. “Também pode ser feito o uso de injeções intracavernosas, produzindo uma ereção passageira, entre 10 e 20 minutos, com o objetivo de identificar se o problema tem origem psicológica”, completa.

Segundo Emilio, o tratamento é determinado de acordo com a causa da disfunção, podendo variar de psicoterapia, reposição hormonal e medicação oral, terapia de ondas a autoinjeção, enrijecimento peniano por sucção ou prótese peniana. “O tratamento é individual, depende de cada pessoa e seu estilo de vida, e só pode ser feito após a análise de um médico”, finaliza.

Melhor Estimulante

Melhor Estimulante

Atualmente existem vários tipos que podem servir de estimulante sexual feminino, o tesão de vaca é o mais conhecido e mais seguro que remédios para aumentar a libido da mulher.

Saiba mais: estimulante sexual funciona

Para a mulher talvez não seja tão simples como para o homem, é necessário um clima diferente e até um momento certo. Diferente para o homem que para a maioria não há lugar certo nem momento certo.

Porém esse problema devia ser tratado melhor, o baixo desejo sexual feminino e masculino pode acabar com relacionamentos por falta de procura de melhora, e até por motivos de preconceitos.

Quais motivos para a queda da libido
Os motivos para a queda da libido tanto para homens quanto para mulheres podem ser variadas em cada pessoa. Porem os principais motivos para a baixa libido são:

Stress do dia a dia;
Cansaço;
Alimentação ruim ou medicamentos que podem atrapalhar a libido;
Problemas hormonais;
Em alguns casos, falta de interesse no parceiro(mesmo amando o parceiro).
Hoje em dia, é praticamente impossível não passar por um desses problemas de cansaço e má alimentação devido a correria do dia a dia. Esse problema acaba afetando você diretamente ou indiretamente.

Acontece que muitos homens não entendem a queda da libido feminina como normal, e acabam cobrando mais a mulher por sexo, isso não é muito bom pois acaba gerando mais estresse na relação, mais ansiedade e possivelmente uma maior queda de libido ainda.

Mas então, como resolver esse problema nesse caso sem afetar a saúde da mulher? Continue comigo no artigo…

Tipos de Estimulante Sexual Feminino
Há mulheres que conseguem se estimular através de fantasias sexuais, isso pode resolver para muitas mulheres na verdade, um estimulo diferente para sair da rotina pode ser um bom caminho, mas as vezes não o suficiente.

Objetos sexuais também como estimulantes femininos ajuda a mulher a ter mais vontade de praticar sexo, isso porque os estímulos são diferentes na mulher, podendo causar sensações diferentes podendo ser uma boa saída para transar mais com o parceiro.

estimulante sexual feminino
Além disso, há outras formas como:

Cosméticos que aumentam a vasodilatação local do clitóris e a sensibilidade;
Adstringente vaginal usado para inchar o canal vaginal, aumentando o atrito e o prazer na hora do sexo;
Estimulantes da líbido, que vamos detalhar mais. Muito usado em casos em que a mulher não tem vontade nenhuma começar o estimulo vaginal.
Estimulante e seus benefícios
Os benefícios são os melhores possíveis, quando se trata de produtos naturais que não tenham contraindicação. Destacando:

Aumento da libido feminina;
Aumento no prazer na hora do sexo;
Aumento da fertilidade;
Aumentar desempenho sexual;
Maior lubrificação vaginal.
Sem contar que o relacionamento com seu parceiro irá melhorar 100%. Geralmente os homens não esperam que uma mulher tenha uma alta libido.

Isso ocorre porque eles sempre se comparam a testosterona masculina. Então que tal surpreender seu parceiro e apimentar seu relacionamento novamente?

Qual o melhor estimulante feminino
Isso também varia de caso para caso. Recomendamos o seguinte, se você já tentou estímulos com brinquedos e objetos e não deu certo, talvez sua libido esteja realmente baixa.

Acontece que a maioria das suas parceiras sentem amor pelos parceiros, porem mesmo assim a libido não aumenta.

Atualmente há suplementos que podem ajudar 100% a aumentar a libido feminina e acabar com esse problema, você já deve ter ouvido falar do Tesão de Vaca. É um suplemento seguro e liberado pela ANVISA.

O Tesão de vaca é conhecido por ser um estimulante sexual feminino muito potente, resolvendo o problema em poucos minutos depois de toma-lo.

Mas realmente funciona? Sim, é simplesmente o produto mais vendido para aumento do desejo da mulher quase que instantaneamente.

Portanto a recomendação é a seguinte, se você não quer perder seu parceiro por falta de vontade de sexo de sua parte, experimente o tesão de vaca.

>> Acessar o site oficial do Tesão de Vaca aqui

E como funciona?
Você deve pingar algumas gotas do produto junto a água e tomar, simples assim. O efeito deve começar depois de 5 minutos.

O Tesão de vaca é um afrodisíaco natural que aumenta a vontade da mulher de fazer sexo naquele momento. Ele é 100% seguro sem contraindicações e nenhum efeito colateral causado.