Usando o Café Verde para Emagrecer

Usando o Café Verde para emagrecer

A moda atualmente das novas dietas é apostar todas as fichas nos suplementos feitos contendo como base grãos de café verde. O grão do café verde é possui  muito mais poder que o os grãos de café comum (torrados) e realmente tem um poder extraordinário no auxílio de quem busca emagrecer e/ou eliminar gorduras localizadas, isso sem falarmos que este suplemento irá te dar muito mais ânimo e disposição para enfrentar o stress do dia-a-dia.

Por outro lado, existe também a forma correta de se consumir este suplemento para que você possa obter todos os benefícios que ele oferece.

O que exatamente é o café verde?

O café comum, preto que consumimos diariamente, é elaborado a partir dos mesmos grãos de café, só que secos e torrados. Antes de serem submetidos às altas temperaturas, os grãos não possuíam aquela cor marrom escura que conhecemos, eles eram verdes. Portanto, quando se fala em café verde estamos falando a respeito dos mesmos grãos só que não foram expostos ao processo de torra. Se não tivessem antes passado por este processo, os grãos de café não teriam praticamente nenhum sabor ou aroma característicos que todos conhecemos, e inclusive  mesmo o sabor do café também antes é muito distinto do café torrado.

Quais são os reais pontos benéficos relativos ao café verde

Segundo especialistas, os grãos de café ainda verdes são muito mais potentes pois possuem de 2 a 3 vezes mais concentração de cafeína comparativamente ao grão torrado. E é exatamente este elemento que o transforma em um alimento termogênico e por consequência, com efeito emagrecedor e muito mais efetivo que o café torrado comum que ingerimos. Isso se deve ao fato da cafeína favorecer a perda de peso pelo aumento do metabolismo, e de promover a química da oxidação das gorduras em nosso corpo, facilitando sua eliminação de forma natural. O efeito que aparece nos dando mais disposição, provém da característica da cafeína em inibir as chamadas adenosinas, que nada mais são que as principais responsáveis por induzir nosso sono.

E extrato feito de grãos de café verde, possuem também grandes quantidades de antioxidantes, que de fato acabam por limpar nossas células fazendo nosso organismo trabalhar bem melhor. Pesquisas mostram que uma cápsula contendo extrato de café verde, contém cerca de 0,06%  –  0,32% do composto flavonoides, taninos, teobromina e teofilina. Contém ainda em torno de 16% de proteínas, além de inúmeros aminoácidos como por exemplo o ácido glutâmico, a leucina e o ácido aspártico.

No extrato de café verde encontra-se também de 2 a 3 x mais do famoso ácido clorogênico, que atua diminuindo a absorção da glicose pelos intestinos, inibindo a ação da enzima que é a responsável pela liberação dos açúcares do fígado para a corrente sanguínea. Desta forma, o extrato de café verde combate efetivamente a diabetes.

Como deve-se consumir?

Algumas pessoas utilizam os próprios grãos de café verdes em infusões, porém, existem formas mais práticas e concentradas de se ingerir o produto. A mais comumente utilizada hoje em dia, é a ingestão de cápsulas contendo o café verde já processado e de forma concentrada. Aconselha-se porém que verifique a origem do produto e que adquira apenas de fornecedores confiáveis.

Normalmente indica-se consumir de 200mg a 400mg diariamente, dividindo as doses em duas vezes: uma sendo pela manhã junto com o café da manhã e a outra até o meio da tarde, já que mais a noite, poder causar problemas de sono para algumas pessoas mais sensíveis. O correto é sempre antes de consumir qualquer suplemento, consultar seu médico para verificar se não terá problemas com o uso.

Por exemplo, uso de café não é indicado para pessoas portadoras de hipertensão crônica, com tendências ao nervosismo exagerado, problemas na tireoide, problemas gastro intestinais crônicos, úlceras e síndromes hepáticas ou mesmo reumáticas.

Caso deseje obter mais informações a respeito, sugerimos acessar o Blog da Gabriella, que possui muitos detalhes e inclusive alguns depoimentos a respeito.

Veja neste outro artigo formas para reduzir seu apetite.